quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Relato SOLOMAN 113 BROTAS 2015 - por Rafael Aragon



No dia 27/09 participei do Triathlon SOLOMAN 113 Brotas, que largou na cidade de Brotas, represa do Patrimônio, nas distâncias 1,9km de natação + 90km de ciclismo + 21km de corrida.

Ao contrário do dia anterior o sol apareceu e a temperatura subiu o que tornou o percurso extremamente desafiador pela várias subidas tanto no percurso do ciclismo como da corrida. 

A região em que ocorreu a prova apresenta dificuldade singular e paisagens fantásticas, tornando a prova bem desafiadora! Uma breve descrição:

Natação: realizada na represa do Patrimônio nas águas limpas do rio Jacaré-Pepira. Percurso de 1900m, largando da barragem até o Camping do centro comunitário.

Ciclismo: Com belas paisagens, descidas muito rápidas, atingindo 85km/h e subidas muito inclinadas, como a do “mosteiro”. Percurso realizado em uma única volta de 90km, incluindo a rodovia SP 225. Aproximadamente 1300m de elevação acumulada.

Corrida: Realizada em uma única volta de 21km praticamente sem nenhum grande trecho plano e forte calor, considerando que os atletas começaram a correr por volta das 11h30. Aproximadamente 291m de elevação acumulada.

Ao contrário das edições anteriores que participei do SOLOMAN (com o dobro da distância dessa edição, 3,8km / 180 km / 42km que terminei muito mal rsss), consegui me alimentar bem e fazer uma boa prova, terminando na 1ª posição após uma disputa muito dura com os outros atletas.

O SOLOMAN é organizado pelos próprios triathletas, não é uma prova de triathlon que possui uma federação ou uma empresa de marketing esportivo por trás. Procuramos resgatar a essência do triathlon, e de certa forma competir em uma prova a custos mais baixos. Provas com distâncias similares custam em torno de 400 dólares.

Enfim, foi uma experiência sensacional!
https://www.facebook.com/solomantri
www.soloman.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário