terça-feira, 6 de maio de 2014

O SOLOMAN 226 ITIRAPINA (JAÚ) NÃO VAI ACONTECER


Infelizmente, o SOLOMAN 226 ITIRAPINA, aquele mesmo que tentamos trazer para Jaú, não irá acontecer.

Muitos perguntam de última hora sobre a possibilidade de fazer a prova, enfim, é uma pena. 

Para um full Soloman 226 acontecer, precisa haver algumas coisas: pessoas comprometidas nos bastidores correndo atrás de tudo e fazendo a coisa acontecer, fazendo barulho, etc, atletas dispostos a encarar tal desafio sem ficar pedindo muitos "tapetes vermelhos" e entendendo o que significa um Soloman, empresários que abracem a ideia como gerentes/donos de hotéis ou outras quaisquer que queiram arcar com parte dos custos ou distribuir alguns brindes, enfim.

Nada disso aconteceu esse ano. As próprias pessoas que em 2013 estavam mais à frente da organização, estavam desempolgadas, tanto para treinar como se deve para o desafio, como para fazer toda a correria necessária. O banho de água fria final veio com os custos apresentados pelo BROA Resort para as diárias, nos obrigando a tentar mapear outro circuito de última hora. Aquele circuito que tínhamos mapeado em 2013 é um dos fatores que nos motivava, na verdade. Além dele já estar todo mapeado, em 2013 tivemos um trabalho monstro para criar um circuito que virasse um mito. Muitas reuniões, treinos, manipulações de arquivo em GPS, fotos, etc. Fazer o Soloman em outro local não foi uma ideia que foi encarada como bacana por alguns.

O único que falou que ia largar, nem que fosse sozinho, até o fim, em qualquer circuito que fosse, foi o próprio Marcelo Vallim. Outros provavelmente largariam com ele, outros iriam só para fazer staff, bater fotos e registrar o momento. De repente, ele contrai uma dengue. Portanto, não era para acontecer.

Pedimos desculpas a todos que estavam ainda confiantes na realização do evento, mas não foi dessa vez. Uma lição aprendida aqui: Se quisermos um Soloman acontecendo, precisa haver empolgação e colaboração dos atletas participantes durante vários meses antes do próprio evento. É isso que faz com que as pessoas, de forma geral, saiam para treinar, se reúnam para acertar detalhes, etc. Sem isso, a flor murcha, a chama se apaga. Não pode acontecer da próxima vez.

Solo Abraços